ARQUIVO

Fotografia
e Cidade:
São Paulo
na Década de
1930

Di Cavalcanti,
uma história pré-mulatas

Madeira-
Mamoré,
retratos de
uma história
coberta pelo
mato.

"Guerra sem
guerra"
São Paulo
durante a
II Guerra
Mundial

O Rei no
Espelho:
A Monarquia Portuguesa e
a Colonização
da América

O Caleidoscópio 
da Modernização: discutindo a
atuação de
Monteiro Lobato

A "Outra 
América"

O Cineasta da
Selva e os
cineastas na
tela
 
 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 

São Paulo por Militão Augusto de Azevedo

São Paulo no final do século XIX, retratada por Militão.
 O acervo do fotógrafo  A Militão Augusto de Azevedo, composto de cerca e 12 mil fotos, foi doado ao Museu Paulista pela Fundação Roberto Marinho, que também patrocinou a organização do acervo, uma exposição e um cd-rom com textos e imagens sobre a vida e obra do fotógrafo. 

    A valorização e o estudo das imagens do Brasil no final do século XIX e primórdios do XX têm se intensificado nos últimos anos. Colaboram para isso a recuperação e organização de acervos de fotógrafos brasileiros, que produziram uma grande quantidade de fotos, em estúdio e nas ruas. Estas imagens traduzem personagens, modos de vida, etapas da urbanização, enfim, constituem uma documentação valiosa.
 
    Inicialmente retratista da casa Carneiro & Gaspar, Militão adquiriu o estúdio em 1875, que passou a chamar-se Photographia Americana. 
    Fotografou milhares de indivíduos anônimos, e também celebridades do porte de Castro Alves, Rui Barbosa e o próprio Dom Pedro II. Mas nem o prestígio o salvou das dificuldades financeiras, sendo obrigado a fechar o ateliê em 1885.

    Aas transformações da cidade eram uma paixão de Militão. Na década de 1860, registrou a construção da ferrovia Santos-Jundiaí, e alguns anos mais tarde organizou um Álbum Comparativo das Vistas de São Paulo.

    
  O acervo encontra-se aberto à pesquisa no centro de documentação do Museu Paulista. O cd-rom, que pode ser adquirido no museu, oferece uma prévia deste rico material, além de textos que analisam a obra de Militão Augusto de Azevedo e a São Paulo de sua época.    . 
 

Instituição: Museu Paulista 
Diretor: Prof. Dr. José Sebastião Witter 
Apoio: Fundação Roberto Marinho
Curadoria : Solange Ferraz de Lima e Vania Carneiro de Carvalho 
 
 
 
 
 
 

 



Copyright © Webhistoria
31 de Janeiro de 2000